18 janeiro 2006

Começando ...

Escrever ....
Já faz algum tempo que tenho tentado (não com tanto esforço como deveria), organizar meus pensamentos e transformá-los em palavras. Não pretendo, a princípio, escrever algum livro ou algo assim, mas apenas tentar colocar um pouco de ordem na bagunça que o dia-a-dia faz nas nossas mentes, e também pensar sobre as dúvidas e anseios que surgem constantemente, pois como disse George MacDonald "a dúvida é o martelo que estilhaça as janelas embaçadas por fantasias humanas e deixa entrar a luz pura."
Por enquanto é só.

Pra começar segue o trecho do livro de George Macdonald que serviu de inspiração para o nome deste blog:

Não posso dizer que nunca tenho dúvidas, nem posso desejar não tê-las enquanto nele não tiver o coração do bem como meu próprio coração. Pois a dúvida é o martelo que estilhaça as janelas embaçadas por fantasias humanas e deixa entrar a luz pura. Mas eu afirmo que toda a minha esperança, toda a minha alegria e toda a minha força estão no Senhor Cristo e em seu Pai; que todas as minhas teorias de vida e crescimento estão enraizadas nele; que sua verdade vai pouco a pouco esclarecendo todos os mistérios deste mundo [...] A Ele pertenço, coração, corpo e alma, e Ele pode fazer de mim o que lhe aprouver - não, melhor - eu lhe suplico para fazer de mim o que lhe aprouver: pois nisso está meu único bem-estar e liberdade

6 comentários:

Fernanda Queiroz disse...

Bacana, Daniel!!!

Se todos nós pudéssemos realizar esse exercício de reflexão diária, com certeza, economizaríamos bastante tempo e energia... Aprenderíamos mais com as experiências vividas, daríamos mais valor ao que já possuímos, e poderíamos nos preparar melhor para o futuro...
Acho interessante você compartilhar depoimentos conosco... Às vezes, quem está na situação, está tão envolvido que não consegue enxergar o que, de fato, acontece... E vendo o mesmo se repetir na vida do outro, pode, assim, aprender, libertar-se e evoluir...
Admiro a sua iniciativa!!! Ótima idéia!!!

leandro almeida disse...

Isso aí Daniel, te dou maior força...já tava demorando pra vc tomar essa decisão. Vc tem mtas idéias boas pra compartilhar, quem te conhece sabe..Eu mesmo pude aprender bastante c vc. Espero poder aprender mais ainda. Com certeza vou entrar sempre no seu blog pra ver oq tem de novo. Um Abraço e Boa Sorte.

Ozana disse...

O martelo na janela........ da alma!

Por vezes nos esquecemos dentro de nós mesmos, tão profundamente, que se faz necessário desconstruir para solidificar o alicerce (desculpe engenheiro não usar os termos corretos!).

Desconstruir dói. Depois dói mais um pouco.....dói de novo, volta a doer... e mais uma vez....

Imagino que o exercício da escrita seja um dos caminhos escolhidos por aqueles que, de alguma maneira, se inquietam com suas dúvidas. Para organizar as idéias e pensamentos há que primeiro desarrumá-las, descontruí-las mesmo.

Tenho a impressão que só alcançamos o outro quando nos atrevemos a experenciar nossas observações; quando vencemos o medo de sucumbir diante da dor do “martelo” e desfalecer diante do reflexo de si mesmo, chame de alma, esssência, luz.......

No caminho de volta terá solidificado seu alicerce e com certeza alcançará o outro, porque não será raso e sim, verdadeiro, profundo. O medo e a insegurança terão diminuído de tamanho.

As dúvidas - não se engane - continuarão lá , talvez sob outras formas (1, 2, 3, 4!) pois nada vem em embalagem hermeticamente fechada como o pó de café, e tentar enquadrá-las em tipos sem vivenciá-las é raso.

Sabemos que você tem muito a oferecer. Faça-o.

Marcionilla disse...

Filhote depois desses depoimentos acho que não preciso falar mais nada.
Porém meu caro amigo está entrando em uma aventura como a que teve os Grandes Reis de Narnia (Pedro, Edmundo, Lúcia, Suzana), mas, com a diferencia da sabedoria que os deuses mitológicos como Atenas por exemplo que além de ser imparcial e justa verificava todos os fatos antes de tomar alguma decisão. Por isso acredito que surgiu entre nós um Bilbo Bolseiro que relataras para todos o que se passa nessa mente brilhante que possui.
As pessoas reprimem sua idéias por causa do medo que tem de se expressar e ser julgado por isso fico feliz que você não é desse jeito e como meu amigo disse uma vez “espero que sai desse mundinho para expandi seus conhecimentos e que com ele possa aprender mais que os outros.

Micheli disse...

Bom Dia,
Não gostava muito de ler até ler essas publicações, estou gostando muito. Vc esta de parabens. Estou passando por um momento muito dificil em minha vida, q se não fosse DEUS em minha vida estaria na pior. E li e refleti muito sobre o que vc escreveu sobre aceitação e mudança. Me ajudou muito, que DEUS continue abençoando vc sua casa. Tenho certeza que DEUS se alegra muito com sua vida.
beijos da amiga chata da Eliane... Mi

André Braga disse...

Duas das características que diferenciam os verdadeiros filósofos dos filósofos de botequim são a disciplina e perseverança indispensáveis ao trabalho de organizar o turbilhão de idéias que habita a mente daqueles que dedicam seriamente algum tempo ao exercício da reflexão. Acredito plenamente que você possui ambas, o que já confere enorme chance de sucesso à este seu novo trabalho.

Um grande abraço.

André